Filippo Monteforte/ AP Photo
Filippo Monteforte/ AP Photo

'Estou feliz, estou inacreditavelmente satisfeito', celebra Zidane após título

Técnico francês conquista sua segunda Liga dos Campeões como técnico do Real Madrid

Estadão Conteúdo

03 de junho de 2017 | 19h42

Ainda é cedo para fazer qualquer prognóstico. Mas também não é precavido afirmar: se mantiver esse ritmo, Zinedine Zidane pode se tornar um técnico ainda mais brilhante do que foi como jogador. Apenas 18 meses depois de assumir o comando do Real Madrid, o francês conquistou neste sábado a sua segunda Liga dos Campeões e o quinto troféu como treinador.

Um feito tão inacreditável que, após a goleada sobre a Juventus neste sábado, por 4 a 1, em Cardiff, na decisão da Liga dos Campeões, o próprio Zidane - campeão mundial com a seleção francesa em 1998 e vice em 2006 - disse que sente viver algo inverossímil.

"Se você me dissesse que eu ganharia tudo isto como técnico, eu não acreditaria em você", comentou Zidane, que se tornou o primeiro técnico a "defender" um título na era moderna da Liga dos Campeões. "Estou feliz, estou inacreditavelmente satisfeito."

Também campeão da Liga dos Campeões como jogador e assistente técnico do Real Madrid, Zidane acrescentou que o momento é apenas de festejar. "Agora precisamos aproveitar isto", destacou. "Então, depois, descansaremos e começaremos a pensar na próxima temporada."

Zidane destacou, ainda, a dificuldade que é vencer uma decisão de Liga dos Campeões.

"É muito difícil chegar até a final na Liga dos Campeões, e quando chegamos é 50 a 50. A Juventus é um time muito bom, mas uma final é isso", acrescentou o treinador, que já tem mais títulos do torneio como comandante do que como atleta. "Trabalhamos muito para estar aqui e a sensação agora é muito boa."

Outro francês extasiado com a conquista deste sábado foi Karim Benzema. "Ganhar uma Liga dos Campeões é incrível, ganhar duas consecutivas é maravilhoso. Somos a melhor equipe do mundo e estamos muito contentes por tudo o que estamos conseguindo nesses últimos dois anos."

Já o zagueiro Sergio Ramos elogiou a atuação do Real Madrid e salientou o senso de coletividade do grupo. "Hoje (sábado) é um dia histórico para saboreá-lo. Esta equipe é de dez, somos grandíssimos. Essa é a chave do êxito, sermos todos um e remar na mesma direção. Formamos um grande grupo encabeçado por um grande treinador, como é Zidane. Vencer três das últimas quatro Liga dos Campeões é incrível."

Autor do último gol do triunfo, Asensio também festejou o seu "feito" pessoal. "Estou muito contente por ter marcado, agora é aproveitar", comentou. "É um dia histórico para o Real Madrid ao conseguir o bicampeonato."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.