Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Estreante, Felipe Pires afirma que Palmeiras sentiu falta de ritmo em empate

Alviverde inicia Campeonato Paulista com 1 a 1 diante do Red Bull, em Campinas

Redação, O Estado de S.Paulo

20 de janeiro de 2019 | 21h37

O atacante Felipe Pires, do Palmeiras, afirmou neste domingo que o time sentiu a falta de ritmo de jogo no empate por 1 a 1 contra o Red Bull Brasil, em Campinas (SP), pela primeira rodada do Campeonato Paulista. Recém-contratado, o estreante entrou no segundo tempo e afirmou que com o passar da temporada a equipe terá evolução física e vai conquistar resultados melhores.

"Estou muito feliz pela estreia, mas infelizmente os três pontos não vieram. Agora é continuar trabalhando que quarta-feira tem mais. É normal não estarmos bem fisicamente depois de 16 dias de treinos, contra uma equipe que está treinando há três meses e é muito boa, toca muito bem a bola, tem posse", disse ao canal Premiere na saída do gramado.

Felipe Pires foi acionado pelo técnico Luiz Felipe Scolari para entrar em campo no intervalo na vaga de Gustavo Scarpa. O intuito da mudança foi dar mais velocidade ao time, mas não conseguiu criar jogadas. O atacante emprestado pelo Hoffenheim, da Alemanha, comemorou a oportunidade de ter sido o único dos seis reforços a estrear logo no primeiro jogo do time no ano.

"Eu tenho meus méritos, treinei bem na semana e tenho trabalhado bem desde que cheguei. Fui premiado com a estreia, o único entre os seis reforços. Tenho que continuar trabalhando para ter mais oportunidades em outros jogos", afirmou. No jogo em Campinas, o Palmeiras abriu o placar com Borja no primeiro tempo, sofreu o empate ainda na etapa inicial com Jobson.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.