Gregory Bull/AP
Gregory Bull/AP

Estreante no México, Martino adota tom cauteloso após vitória contra o Chile

Treinador argentino inicia trabalho com vitória por 3 a 1 sobre chilenos

Redação, Estadão Conteúdo

23 de março de 2019 | 10h34

O treinador Gerardo Martino se mostrou satisfeito com a vitória do México por 3 a 1 sobre o Chile, nesta sexta-feira, mas pediu calma com uma possível empolgação. Depois da partida em San Diego, nos Estados Unidos, o técnico argentino foi cauteloso ao comentar o resultado.

"Uma estreia dessa forma, com um resultado positivo, permite muito falatório, mas o que é importante de verdade é como a equipe se desenvolveu. Estamos em conformidade com que os jogadores fizeram nesta noite", afirmou o ex-treinador de Barcelona, seleção argentina e paraguaia.

Raúl Jiménez, de pênalti, Héctor Moreno e Hirving Lozano fizeram os gols do México, enquanto Nicolás Castillo descontou para os chilenos. A partida foi a primeira de Martino sob o comando da seleção mexicana, que foi treinada pelo colombiano Juan Carlos Osorio na Copa do Mundo de 2018.

"Não acho que as pessoas devem ficar enlouquecidas por causa de um resultado. Devemos destacar que foi um jogo amistoso, o primeiro que fiz pelo México. Disse na sexta-feira que essa seleção me encanta e esse projeto é empolgante, não posso afirmar outra coisa agora", comentou Martino.

Pelo lado do Chile, o técnico Reinaldo Rueda lamentou o pênalti cometido quando o jogo estava empatado. "Havia quatro meses que não nos encontrávamos. Não foi fácil. Nas derrotas é quando mais se aprende. A partida estava controlada, tínhamos a intenção de evitar uma surpresa, mas houve a ingenuidade naquela batida de escanteio, que propiciou a abertura do placar", analisou o treinador colombiano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.