Ernesto Rodrigues/AE - 23/9/2011
Ernesto Rodrigues/AE - 23/9/2011

Estreia de Adriano fica para dia 9

Imperador ficará no máximo 45 minutos em campo contra o Atlético-GO

Vítor Marques, O Estado de S. Paulo

28 de setembro de 2011 | 08h58

SÃO PAULO - O médico do Corinthians, Ricardo Galotti, descartou a possibilidade de Adriano entrar em campo, domingo, contra o Vasco, em São Januário, no Rio. Segundo ele, a estreia está programada para o dia 9 de outubro, contra o Atlético-GO, no Pacaembu.

O clube também emitiu uma nota oficial que confirma a estreia do atacante para essa partida. "Não é aconselhável jogar (domingo). O ideal é que ele faça treino com bola ao lado do treinador", afirmou. "O tendão está bom, mas ele ainda depende da parte física para estrear", afirmou o médico corintiano.

Adriano está em fase final de recuperação e a previsão é que ele passe a treinar com bola com o restante do elenco semana que vem. "Ele está evoluindo bem", continuou Galotti.

O atacante operou o tendão de Aquiles da perna esquerda no final de abril. O prazo estipulado de recuperação, de cinco meses, praticamente será cumprido. Ele deveria voltar no fim de setembro, mas por causa da má forma física, o prazo se estenderá por mais uma semana.

Adriano ainda precisa emagrecer pelo menos um pouco nessa reta final de recuperação para que possa chegar aos cerca de 97 quilos.

Não será o peso ideal, mas o possível pelo departamento médico. Espera-se que ele emagreça um pouco mais com o decorrer dos jogos.

A ideia é que ele possa atuar pelo menos 30 minutos contra o Atlético-GO. Se tiver fôlego, ficará em campo 45 minutos.

Não será mais que isso - o receio do departamento médico é que ele sofra alguma lesão muscular séria, algo natural para um atleta que não atua há oito meses.

Tite considera que Adriano será fundamental para o time nesta reta final do Brasileiro. Em alguns jogos, ele reclamou que sente falta de um jogador de área do estilo do atacante.

Para o técnico, Adriano pode jogar ao lado de Emerson Sheik e também de Liedson, que pode atuar mais pelo lado da área. O Imperador se encaixaria bem nas duas situações.

VALE A LIDERANÇA

Para o jogo contra o Vasco, domingo, em São Januário, Tite deverá contar o retorno de Liedson, poupado contra o Bahia por conta de dores no joelho esquerdo.

Os problemas do treinador estão no meio de campo e na defesa. Paulinho, cortado da seleção, e Leandro Castán, ambos com dores na panturrilha esquerda, são dúvidas.

Se eles não puderem atuar, Tite irá escalar Edenílson pelo meio e manter a zaga com Paulo André e Wallace.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.