Estréia do Grêmio não terminou oficialmente, diz Conmebol

A Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) esclareceu nesta sexta-feira que a partida entre Cerro Porteño e Grêmio, disputada em Assunção na noite da última quinta e que marcou a estréia das duas equipes no Grupo 3 da Libertadores, não terminou oficialmente devido aos objetos atirados em campo pelo público. A equipe gaúcha saiu de campo com a vitória por 1 a 0."O relatório do argentino Héctor Baldassi, árbitro da partida, disse que a partida foi suspensa faltando quatro minutos dos acréscimos", explicou Francisco Figueredo Brítez, secretário-executivo da entidade. Segundo o dirigente, o Comitê Executivo confirmará a vitória do Grêmio nos próximos dias. "Temos de dar por encerrada a partida, manter o resultado e ver que punição será aplicada ao Cerro Porteño", disse Figueredo.O jogo foi interrompido por cerca de três minutos já no primeiro tempo, quando torcedores das duas equipes arrancaram cadeiras e começaram a atirá-las contra si. Já nos minutos finais do confronto, Baldassi teve de parar a partida novamente, quando a torcida anfitriã começou a arremessar objetos em campo. Uma garrafa chegou a acertar a perna do volante Lucas, autor do gol do gremista.Com o resultado, a equipe dirigida pelo técnico Mano Menezes assumiu a liderança da chave com três pontos, dois a mais que Deportivo Cúcuta e Tolima, que empataram sem gols no clássico colombiano na última terça. O Cerro é o lanterna, com nenhum ponto. O Grêmio volta a campo pela Libertadores no dia 27 para enfrentar o Cúcuta, no Estádio Olímpico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.