O Dia
O Dia

Estrela de Rafael Silva brilha e Vasco elimina o Flamengo

Atacante marca gol de empate que valeu a classificação 

Estadão Conteúdo

27 de agosto de 2015 | 00h21

A estrela de Rafael Silva brilhou mais uma vez no Vasco em um momento decisivo. Autor dos gols das vitórias contra o Botafogo nas duas partidas da final do Campeonato Carioca, o atacante apareceu na hora certa nesta quarta-feira e classificou o time vascaíno às quartas de final da Copa do Brasil ao marcar de cabeça o gol do empate com o Flamengo por 1 a 1, no estádio do Maracanã, no Rio.

O jogador praticamente havia acabado de entrar na partida no lugar de Jorge Henrique, aos 34 minutos do segundo tempo, e fez o gol aos 37 ao entrar livre na área, na primeira trave, após falta cobrada por Nenê da esquerda e cabecear no ângulo direito de Paulo Victor. Com o empate, o Vasco se classificou por ter vencido na ida, na semana passada, por 1 a 0.

O Flamengo, na segunda partida sob o comando do técnico Oswaldo de Oliveira - Cristóvão Borges foi demitido após a derrota na quarta-feira passada -, foi ataque desde o início e conseguiu abrir o placar logo aos cinco minutos de jogo. Após escanteio da direita, o goleiro Martín Silva espalmou para fora da área. O lateral-esquerdo Jorge pegou o rebote de primeira e a bola voltou rasteira para dentro da área. Três jogadores rubro-negros saíam do impedimento e viram o lateral-direito Madson tocar contra o próprio gol.

O detalhe do lance é que o auxiliar levantou a sua bandeira, marcando impedimento, mas voltou atrás ao ver o árbitro goiano Wilton Pereira Sampaio confirmar o gol. Houve muita reclamação vascaína, mas sem sucesso na tentativa de anular o gol flamenguista.

Pouco tempo depois do gol, o Flamengo sofreu duas baixas importantes por causa de lesões. O meia Ederson e o centroavante peruano Guerrero tiveram de sair do clássico e o time rubro-negro perdeu o ímpeto ofensivo. Com o 1 a 0 no placar, a decisão da vaga iria para os pênaltis. Mesmo assim, o Vasco pressionou bastante e só não marcou antes do gol de Rafael Silva porque o goleiro Paulo Victor, de volta após se recuperar de grave lesão, foi o destaque flamenguista. Mas aí apareceu Rafael Silva e o tento salvador saiu.

FICHA TÉCNICA

VASCO: Martin Silva; Madson (Jean Patrick), Rodrigo, Anderson Sales e Christhiano; Guiñazu, Serginho, Julio dos Santos, Nenê e Jorge Henrique (Rafael Silva); Riascos (Thalles). Técnico: Jorginho.

FLAMENGO: Paulo Victor; Pará, César Martins, Samir e Jorge; Márcio Araújo, Canteros, Ederson (Marcelo Cirino) e Everton (Jonas); Emerson e Guerrero (Paulinho). Técnico: Oswaldo de Oliveira.

GOLS: Madson (contra), aos 5 minutos do primeiro tempo; Rafael Silva, aos 36 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS: Rafael Silva e Anderson Salles (Vasco); Emerson, Jorge e Márcio Araújo (Flamengo).

CARTÃO VERMELHO: Pará (Flamengo).

ÁRBITRO: Wilton Pereira Sampaio (Fifa/GO).

RENDA: R$ 2.749.380,00.

PÚBLICO: 45.408 pagantes (49.367 no total).

LOCAL: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa do BrasilVascoFlamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.