Estudantes pedem renúncia de Teixeira

Acabou às 17h40 a manifestação de torcedores em frente à sede da CBF. O grupo de 30 pessoas, ligado ao Movimento Estudantil e partidos políticos, teve a adesão de populares que passavam pela Rua da Alfândega, no Centro. Eles estavam revoltados com a derrota para Honduras, hoje, pela Copa América, e levaram faixas pedindo, entre outras coisas, a renúncia do presidente da CBF, Ricardo Teixeira. No final do ato, soltaram balões pretos e prometeram novas manifestações para recuperar "a dignidade do futebol brasileiro", como explicou um dos organizadores do evento, Ricardo Cappelli. O secretário Geral da CBF, Marco Antônio Teixeira, deixou agora o prédio da entidade e fez apenas um comentário sobre o protesto: "é uma coisa orquestrada. Essas pessoas foram pagas para fazerem isso e querem desestabilizar a CBF".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.