Estudiantes bate Alianza no fim e se garante em primeiro

O Estudiantes passou sufoco na noite desta terça-feira para se garantir em primeiro no Grupo 3 da Copa Libertadores. Defendendo o título da competição, a equipe argentina recebeu o Alianza Lima precisando da vitória. E ela só veio aos 48 minutos do segundo tempo, com o gol que decretou o triunfo por 1 a 0 e a vantagem de avançar com uma das melhores campanhas.

AE, Agência Estado

21 de abril de 2010 | 00h06

O resultado deixou o Estudiantes com 13 pontos ao fim da fase de grupos. O Alianza Lima, que já estava classificado, terminou com 12 pontos, pontuação suficiente para se classificar às oitavas de final como um dos seis melhores segundos colocados.

Liderado pelo experiente Juan Sebastián Verón, o Estudiantes não correspondeu às expectativas da torcida no início da partida. Depois de ser goleado por 4 a 1 no primeiro jogo contra o time peruano, em Lima, a equipe argentina adotou a cautela e só aos poucos foi saindo para o jogo. Mesmo assim, foi o Alianza que chegou com perigo primeiro, em chute de Aguirre para fora.

Depois de boas tentativas de Boselli e Rodríguez no final do primeiro tempo, o Estudiantes voltou para a segunda etapa disposto a conseguir a vitória que precisava. No entanto, mesmo com o apoio de Diego Maradona, técnico da seleção argentina, das tribunas do estádio em La Plata, a garantia da liderança chegou apenas nos acréscimos.

Já aos 48, Sosa cometeu pênalti ao colocar a mão na bola na área. Pouco antes, Vilchez já havia sido expulso e deixado o Alianza com um jogador a menos. Na penalidade, Verón foi para a cobrança e parou no goleiro do time peruano, mas não desperdiçou no rebote.

No outro jogo pelo Grupo 3 nesta terça-feira, o Bolívar recebeu o Juan Aurich, também do Peru, e conseguiu a sua primeira vitória, triunfando por 2 a 0. Mesmo assim, a equipe boliviana terminou na lanterna da chave, com quatro pontos, enquanto o time peruano somou seis pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.