Reuters
Reuters

Estudiantes vence San Luis no México e abre vantagem

Mesmo sem seus principais jogadores, atual campeão da Copa Libertadores fez 1 a 0, com gol de González

AE, Agência Estado

27 de abril de 2010 | 23h37

O Estudiantes entrou em campo na noite desta terça-feira, no México, pela Copa Libertadores, sem titulares importantes. Mas a decisão de poupar seus principais jogadores diante do San Luis se mostrou acertada. Mesmo desperdiçando um pênalti, o atual campeão da competição continental venceu por 1 a 0, levando boa vantagem para o jogo de volta, semana que vem, na Argentina.

Na partida que abriu as oitavas de final, o San Luis deixou evidente que pesou o fato de ser incluído já na fase decisiva do torneio, após ser eliminado da disputa no ano passado em função do surto de gripe suína no México. Lanterna do Campeonato Mexicano, a equipe anfitriã recebeu um Estudiantes embalado e próximo de conquistar o Torneio Clausura do Campeonato Argentino.

Além da motivação, a diferença técnica ficou evidente no Estádio Alfonso Lastras. Ainda que sem jogadores como Verón, Desábato e Boselli, o Estudantes foi mais perigoso durante todo o jogo e poderia ter construído um placar bem mais elástico. Pesaram contra o pênalti perdido e a expulsão de Rodríguez, ainda aos 23 minutos do segundo tempo.

Na primeira etapa, o Estudiantes chegou ao gol com 25 minutos. Sánchez fez ótimo passe para González, que invadiu a área e bateu forte, cruzado, no ângulo. Mas se o goleiro Trejo nada pôde fazer no lance, ele mostrou o seu valor aos 42, quando fez grande defesa na penalidade cobrada por Fernández. No segundo tempo, o time argentino ainda poderia ter ampliado em uma bola na trave de Nuñez.

Com a vitória fora de casa, o Estudiantes recebe o San Luis na próxima quarta-feira, em La Plata, podendo até empatar para avançar às quartas. Em caso de derrota por 1 a 0, a decisão vai para os pênaltis. Já se o time mexicano vencer marcando dois gols ou mais, a vaga será dos visitantes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.