Eto´o abraça Ronaldinho Gaúcho e nega críticas a Rijkaard

Na volta aos treinos do Barcelona após criticar o técnico Frank Rijkaard e o companheiro Ronaldinho Gaúcho, o camaronês Samuel Eto´o selou a paz com ambos nesta quarta-feira. O atacante abraçou o colega, colocando panos quentes nas bombásticas declarações que deu em entrevista concedida na terça.Tudo começou no último domingo, quando Eto´o se negou a entrar nos minutos finais da vitória por 2 a 0 do Barcelona sobre o Racing Santander. Criticado por Rijkaard e também por Ronaldinho pela insubordinação, o camaronês chamou o treinador de "mau caráter" e disse que o companheiro de time "é quem deveria pensar mais no grupo". Porém, nesta quarta, após uma mediação do meia brasileiro Thiago Motta, Eto´o e Ronaldinho voltaram a conversar normalmente e até se abraçaram, selando a paz definitivamente entre os dois e colocando panos quentes em uma situação que começava a se tornar perigosa para a permanência do camaronês no clube catalão. Aliás, o atacante chegou até a afirmar que não chamou seu técnico de mau caráter. "É mentira! Nunca chamei ele disso. A imprensa só quer saber de polêmica", esbravejou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.