Eto'o atende primeiro-ministro e defenderá Camarões

Samuel Eto''o anunciou nesta sexta-feira que está pronto para voltar a defender a seleção de Camarões, depois de ter recebido um pedido do primeiro-ministro do país, Philemon Yang, de voltar atrás em sua decisão de se aposentar do time nacional.

AE-AP, Agência Estado

28 de setembro de 2012 | 10h21

O jogador de 31 anos, que hoje defende o Anzhi, da Rússia, afirmou que ficou novamente disponível à seleção após "o pedido da autoridade máxima da República". O atleta se encontrou com Yang, com o ministro do Esporte de Camarões e também com o técnico Jean Paul Akon para discutir o seu retorno.

"Estou profundamente convencido de que, todos juntos, podemos colocar o interesse de nosso país acima de tudo e, com a ajuda de Deus, seremos capazes de devolver ao futebol camaronês sua garra e nível do passado", disse Eto''o por meio do comunicado que publicou em seu site oficial.

Grande ídolo do futebol de Camarões, Eto''o chegou a cumprir oito meses de suspensão depois de ter sido acusado de liderar uma greve de jogadores do país, em novembro do ano passado. Na época, o fato provocou o cancelamento de um amistoso da seleção contra a Argélia.

Para completar, o ex-atacante do Barcelona chegou a recusar uma convocação de Camarões para o duelo contra Cabo Verde, válido pelas Eliminatórias da Copa Africana de Nações, realizado no último dia 8, quando o seu país foi derrotado por 2 a 0. Agora de volta à seleção, Eto''o poderá ajudar a sua seleção a reverter a vantagem do rival no confronto de volta, no próximo dia 14 de outubro.

Eto''o contabiliza 53 gols em 109 partidas pela seleção de Camarões, pela qual já foi duas vezes campeão africano, em 2000 e 2002, e medalhista de ouro da Olimpíada de 2000, em Sydney, na Austrália.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCamarõesSamuel Etoo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.