Divulgação
Divulgação

Eto'o deixa o Everton e é confirmado como reforço da Sampdoria

Após passagem apagada pelo clube de Liverpool, atacante de 33 anos chega a acordo e assina contrato com os italianos até 2017

Estadão Conteúdo

27 de janeiro de 2015 | 13h13

Depois de uma longa negociação que vinha se arrastando pelas últimas semanas, Everton e Sampdoria finalmente chegaram a um acordo e Samuel Eto'o foi anunciado como novo reforço do clube italiano nesta terça-feira. O jogador de 33 anos assinou contrato até o fim da temporada 2016/2017 e os valores envolvidos na transação não foram revelados por nenhuma das partes.

Eto'o chegou ao Everton em agosto do ano passado como grande aposta para o ataque do time inglês, mas decepcionou. Passou boa parte de sua trajetória no banco e marcou apenas quatro gols nas 20 vezes em que foi a campo. Até por isso, a imprensa europeia dava como certa a liberação para a Sampdoria, mas somente nesta terça ela foi confirmada.

Apesar da breve e apagada passagem pelo Everton, Eto'o foi elogiado pelo técnico Roberto Martinez. "Agradecemos o Samuel por seu esforço e por trazer sua experiência para o time, onde ele passou um pouco de seu incrível conhecimento para todos os jovens jogadores, em particular. A memória de suas performances pela Europa segue viva. Em nome de todos no Everton, desejamos a ele o melhor no próximo capítulo de sua carreira."

Com o acerto, Eto'o voltará à Itália, onde viveu uma de suas melhores fases na carreira. Pela Inter de Milão, atuou de 2009 a 2011, conquistando uma Liga dos Campeões, um Mundial de Clubes, um Campeonato Italiano, duas Copas da Itália e uma Supercopa da Itália.

Ao longo da carreira, Eto'o rodou por diversos clubes. Chegou ainda jovem ao Real Madrid, mas, sem espaço, foi para o Mallorca, onde se destacou. Chamou a atenção do Barcelona e na Catalunha viveu ótimo momento de 2004 a 2009. Depois da Inter de Milão, rodou por Anzhi e Chelsea antes de chegar ao Everton.

Tudo o que sabemos sobre:
futinterfutebolSampdoriaEvertonEtoo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.