AP
AP

Eto'o se apresenta para disputar presidência da Federação Camaronesa de Futebol

Eleição para assumir a entidade acontece em dezembro; ex-jogador se diz preparado para assumir o cargo 'apesar de todas as armadilhas'

AFP, O Estado de S.Paulo

17 de novembro de 2021 | 19h26

Ex-jogador do Barcelona, da Internazionale eoutros grandes clubes, Samuel Eto'o apresentou sua candidatura à presidência da Federação Camaronesa de Futebol (Fecafoot) nesta quarta-feira em Yaoundé, garantindo que será o "próximo presidente apesar das armadilhas". 

"Peço ao campo rival que preste atenção porque já aceitamos muitas coisas", disse o ex-craque da seleção de Camarões à imprensa, pouco depois de cumpridas as formalidades de inscrição da candidatura. 

Diante da sede da Fecafoot, houve uma concentração de um grande número de admiradores do ex-jogador, afirmou um jornalista da AFP. "Eto'o presidente! Eto'o presidente!", gritavam para o ex-atacante, que continua sendo muito popular em seu país. O ex-artilheiro, de 40 anos, garantiu que os atuais dirigentes lhe ofereceram a vice-presidência no órgão, proposta que ele rejeitou. 

"Serei o próximo presidente da federação, apesar de todas as armadilhas", declarou. Em setembro passado, Eto'o já mostrava suas intenções ao considerar que o futebol camaronês precisava de "uma reconstrução" e que a diretoria da Fecafoot havia "fracassado lamentavelmente".

A Fecafoot vive uma crise há meses. O atual presidente, Seidou Mbombo Njoya, foi eleito em 2018, mas sua eleição, contestada por vários dirigentes do futebol camaronês, foi anulada em meados de janeiro pelo Tribunal Arbitral do Esporte (TAS). 

Apesar disso, ele se manteve no cargo com o objetivo de preparar novas eleições. A eleição de um novo presidente está marcada para dezembro. Camarões vai sediar a fase final da Copa Africana de Nações (CAN) de 9 de janeiro a 7 de fevereiro de 2022./AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.