Reuters
Reuters

Eto'o volta atrás e retorna à seleção de Camarões

Com a decisão, atacante vai se apresentar imediatamente, para enfrentar a Tunísia

O Estado de S. Paulo

08 de outubro de 2013 | 16h11

SÃO PAULO - Prestes a fazer sua partida mais importantes pelas Eliminatórias Africanas da Copa de 2014, contra a Tunísia, Camarões recebeu a notícia mais aguardada pela torcida. Depois de abandonar a seleção há um mês, alegando "motivos familiares", o atacante Samuel Eto'o voltou atrás e desistiu da aposentadoria da equipe. O jogador de 32 anos resolveu voltar aos Leões Indomáveis, após conversa com o secreário-geral da República, Ferdinand Ngo Ngo.

Apesar de ter anunciado a desistência em setembro, o técnico da seleçãao, Volker Fink, havia convocado Eto'o da mesma forma. A seleção camaronesa está na terceira e última fase das Eliminatórias Africanas e vai disputar a vaga contra a seleção da Tunísia. A uma rádio estatal de Camarões, o jogador do Chelsea falou sobre o seu retorno. "Você pode ter todos os problemas do mundo, mas deve completar bem sua missão. E dessa vez é acompanhar os meus companheiros de equipe em Tunis e voltar com um bom resultado", disse.

O atacante vai se juntar ao resto do grupo, que está em Nice, na França, treinando para a primeira partida, que vai acontecer no próximo dia 11. O segundo jogo ocorrerá no dia 15, na capital camaroresa, Yaoundé. Samuel Eto'o fez a sua estreia pelos Leões Indomáveis em 1997 e é o maior artilheiro da história da seleção, com 55 gols marcados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.