Etti Jundiaí será ?franco-atirador?

O Etti Jundiaí não vai mudar seu estilo de jogo para enfrentar o Vasco da Gama, neste sábado, às 16h00, no estádio Jaime Cintra, em Jundiaí. O técnico Giba faz questão de ressaltar que o seu time é um "franco-atirador" e, como tal, pode derrubar qualquer adversário.Mas é nesta condição de "atirador" que o time jundiaiense começou a somar seus primeiros pontos e, principalmente, a mostrar bom futebol. O fato de atuar em casa também é favorável. "Temos que aproveitar a chance para somar pontos, mas temos a consciência de que o Vasco é um dos grandes clubes do Brasil", explicou Giba. Ele faz questão de distinguir para seus jogadores o significado das palavras medo e respeito. "Temos que respeitar todos, mas não podemos ter medo de ninguém".O time do Jundiaí deverá ter apenas uma mudança em relação a equipe que empatou em 2 a 2 com o Corinthians, na última rodada. Com a chegada de Bechara e Jackson, o meia Ricardinho passa a ter sua posição ameaçada, uma vez que Marcinho, o maior destaque deverá ser mantido."Ainda não sei quem escalar. Tenho mais dois jogadores de qualidade nas mãos, mas devo decidir somente na hora do jogo", despistou o técnico Giba.Quem tem menos chances de iniciar a partida é Jackson. O jogador ainda corre contra o tempo para readquirir a forma física e, caso seja relacionado, deverá ficar apenas como opção no banco de reservas. Durante a semana, o ex-jogador de Inter, Palmeiras, Cruzeiro e Sport teve que viajar até Porto Alegre para resolver problemas pessoais e não trabalhou com a mesma intensidade.Com o empate conquistado no último final de semana, o Etti chegou a cinco pontos e ocupa a 10ª colocação na tabela do Torneio Rio-São Paulo. Apenas os quatro primeiros se classificam.

Agencia Estado,

08 de fevereiro de 2002 | 11h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.