Albert Gea/Reuters - 03/06/2013
Albert Gea/Reuters - 03/06/2013

'Eu não me vendo por dinheiro', diz Neymar em autobiografia

Livro, que será lançado na Espanha no próximo dia 26, traz detalhes da negociação do jogador com Barcelona e Real Madrid

O Estado de S. Paulo

21 de fevereiro de 2014 | 13h09

SÃO PAULO - Em meio às polêmicas envolvendo a transferência para o Barcelona, vem à tona uma declaração de Neymar sobre o interesse do Real Madrid e a sua escolha pelo Barcelona, que ocorreu em maio do ano passado. A afirmação faz parte da autobiografia do jogador brasileiro, intitulada de "Me llamo Neymar" ( Me chamo Neymar).

De acordo com o craque brasileiro, durante sua definição pelo clube catalão, o valor da transação não foi levado em conta. "Eu não me vendo por dinheiro. Ajuda, mas não manda na minha vida", disse Neymar. O livro será lançado na Espanha no próximo dia 26, pela "Ediciones B". O jornal esportivo espanhol As adiantou trechos da publicação. 

O pai de Neymar também afirmou no livro que a transferência para o Real Madrid poderia ter acontecido em março de 2006. "Não havia dinheiro em Madrid para comprar a felicidade do meu filho", afirmou. Em relação à transferência para o rival Barcelona, o pai do jogador garantiu que a negociação deixou todos satisfeitos. "Fizemos as coisas muito bem."

A polêmica compra de Neymar derrubou o presidente do Barcelona, Sandro Rosell. O clube declarou que o jogador custou 57,1 milhões de euros (R$ 187,2 milhões), dos quais 40 milhões (R$ 131,2 milhões ) para a empresa N&N, que pertence a Neymar, e 17,1 milhões (R$ 56 milhões) para o Santos dividir com a DIS. Depois, o Barcelona admitiu que o valor real passava de 86 milhões de euros em contratos mantidos em sigilo. Já a justiça espanhola afirma que o valor pode chegar a 95 milhões de euros.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.