Ernesto Rodrigues/AE
Ernesto Rodrigues/AE

Eu não vim para ser sucessor de Ronaldo, afirma Liedson em coletiva

Atacante afirmou que veio para o Corinthians 'para fazer parte' e para ser campeão nacional

Vitor Marques, Jornal da Tarde

28 de fevereiro de 2011 | 18h59

SÃO PAULO - Ocupando a vice-artilharia do Campeonato Paulista com sete gols e sendo um dos principais destaques desta primeira fase da competição, o atacante Liedson pede para não ser taxado como sucessor de Ronaldo.

 

Segundo o jogador do Corinthians, sua vinda para o Parque São Jorge não tinha esse objetivo. "O Ronaldo é incomparável, já deu sua contribuição, é uma pena. Eu não vim para isso. Vim para fazer parte", afirmou.

 

Apesar das comparações, o atacante exalta sua boa fase e atribui a ela sua fácil readaptação e a receptividade de seus companheiros de equipe. "Parecia que eu nem tinha saído aqui, isso ajuda bastante, chegar num lugar e ser bem recebido. Consegui me encaixar e me entrosar. Ainda conhecendo, são detalhes de todo o jogador", disse.

 

Mais do que terminar a temporada entre os artilheiros, Liedson afirmou que o maior desejo é conquistar títulos pelo Corinthians, o que não conseguiu fazer em sua primeira passagem pelo time alvinegro antes de ficar mais de sete anos no futebol português, onde faturou duas taças.

 

Seu principal objetivo é ser campeão nacional e está acima de atingir qualquer meta de gols. "Meu desejo é ser campeão brasileiro, deve ser maravilhoso e espero conseguir isso. Não tenho meta para gols, gosto de pensar que a meta é ser campeão", afirmou Liedson.

 

Liedson credita os méritos de sua boa fase a todo o time e disse que maioria de gols feitos no Pacaembu são fruto de uma coincidência por ter feito apenas um jogo fora de casa.

 

A coletiva foi realizada após dia de treinamento normal no Parque São Jorge em tarde de muita chuva em São Paulo. Depois da vitória por 4 a 0 sobre o Prudente, no Pacaembu, os titulares fizeram treino na academia do CT e apenas os goleiros foram para o campo.

Veja também:

linkCorinthians acerta contratação de William Magrão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.