Alex Silva/ Estadão
Alex Silva/ Estadão

'Eu rio', diz presidente do PSG sobre rumores de Neymar no Real Madrid

Nasser Al-Khelaïfi afirma que 'está ficando cansado' sobre boatos de que sua principal estrela vai se transferir

Matheus Lara, O Estado de S.Paulo

19 de julho de 2018 | 22h31

O presidente do Paris Saint-Germain, Nasser Al-Khelaïfi, comentou nesta quinta-feira os rumores de que sua principal estrela, Neymar, possa estar negociando uma transferência para o Real Madrid. O jogador brasileiro assinou no ano passado um contrato de cinco temporadas com o time francês.

+ Em primeira aparição pós-Copa, Neymar diz ver exagero em críticas

"Eu rio (desses rumores). Tudo isso que vem sendo dito nos últimos meses, estou ficando cansado", disse o cartola em evento do Instituto Neymar Junior em São Paulo. "Você pode perguntar para ele. É um jogador do PSG e continua, com certeza."

Nasser diz entender a pressão sobre Neymar em função da eliminação da seleção brasileira nas quartas de final da Copa do Mundo. "Há muita pressão sobre o Brasil. Sobre todos os jogadores e é sempre assim em qualquer torneio que estiver o Brasil. Todos esperam que o Brasil vença. É normal. Na Copa, esperavam que o Brasil ganhasse, mas outros times também lutaram e jogaram bem. A França fez seu máximo e mereceu vencer."

O cartola negou uma possível rivalidade entre Neymar e o francês Mbappé, em alta após a Copa. "Os dois têm uma relação muito próxima. Estão muito felizes um com o outro. Neymar está muito feliz do Mbappé ganhar a Copa. Isso (rivalidade) é coisa da mídia. Não tem jeito de ter algo ruim entre eles.” 

Também presente no evento, o ex-jogador e agora coordenador esportivo do clube francês, Maxwell, afirmou que Neymar precisa descansar, e que confia na maturidade de seu principal jogador. "O momento é de descanso de corpo e mente. Ele volta agora para a pré-temporada com gás total. Isso faz parte. Ele é maduro o suficiente para lidar com tudo isso. Quando um jogo acaba, já começam as brincadeiras. Tem de saber lidar com isso. O resultado final vem sempre do comprometimento e do esforço."

Companheiro de equipe de Neymar, o lateral-direito Daniel Alves saiu em defesa do atleta, que passou a ser muito criticado em função do desempenho na Copa do Mundo. "Se ele se emociona, criticam. Se ele pinta o cabelo, criticam. Queria ver essas pessoas na posição dele. O resto é tudo bobeira. A arma dos fracos é criticar. Queria que todo mundo que criticasse ele fizesse o mesmo que ele."

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.