Euforia toma conta dos corintianos na chegada de Ronaldo

Apresentação do Fenômeno é marcada por muita festa da torcida; atacante volta a dizer que é mais um louco

Rafael Vergueiro - estadao.com.br,

12 de dezembro de 2008 | 12h53

Parecia final de campeonato. A apresentação do atacante Ronaldo, na manhã desta sexta-feira no Parque São Jorge, em São Paulo, deixou eufórica a torcida do Corinthians. Cerca de seis mil pessoas compareceram ao estádio e não pararam de gritar as músicas que ficaram famosas em jogos da equipe paulista durante toda a temporada. Veja também:Ronaldo veste a camisa do Corinthians Diretoria do Corinthians pede paciência com Ronaldo Corintianos fazem festa antes da apresentação de Ronaldo  Ronaldo: 'O Corinthians apareceu como uma luz'Ronaldo deve estrear em amistoso no dia 17 de janeiro  TV Estadão: Vinda de Ronaldo é um acerto Vote: o Corinthians acertou em contratá-lo?Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão Quando o Fenômeno entrou no gramado, após conceder entrevista coletiva e pela primeira vez vestir a camisa 9 do alvinegro, a torcida deu boas vindas ao craque com uma nova música: "Não é mole não, o Ronaldo é mais um louco para jogar no Coringão". O jogador acenou para a torcida, deu dois toques na bola e não deixou de agradecer o apoio. "Sou mais um grande louco para fazer parte deste bando de loucos. Agora vamos com tudo", declarou, após ser apresentado pelo presidente Andres Sanches. Um foguetório tomou conta do Parque São Jorge e Ronaldo deu uma volta por todo o gramado para saudar os torcedores. Jogou bolas para a torcida e faz a alegria do fanático Cleiton Assad, que pegou uma delas e saiu vibrando como se tivesse feito um gol. "Tenho certeza de que ele vai arrebentar aqui no Corinthians, se jogar 40% do que sabe já é o melhor do Brasil", afirmou o torcedor, dono de uma loja oficial licenciada pelo Corinthians. Na camisa, confeccionada por ele mesmo, estava uma saudação ao novo atleta corintiano: 'Bem vindo Fenômeno'. "Com essa passagem do Ronaldo pelo Corinthians, ninguém mais vai lembrar do Adriano", disse, em referência ao Jogador da Inter de Milão (Itália) que jogou emprestado pelo São Paulo no primeiro semestre deste ano. Ronaldo também foi nesta sexta-feira a alegria das crianças da escolinha oficial do Corinthians. No gramado do Parque São Jorge, elas puderam chegar perto do ídolo, campeão do mundo com a seleção brasileira nas Copas de 1994 e 2002. Apesar de já ter jogado em grandes clubes do futebol mundial, como Barcelona, Real Madrid e Milan, Ronaldo pôde sentir nesta sexta-feira a força da torcida corintiana. Se o clima foi de festa na apresentação, certamente será de cobrança daqui para frente, pois ele terá que corresponder às expectativas criadas pelo clube. Por enquanto, vale a alegria dos corintianos. "Nem o Milan faz um barulho desses", afirmou um torcedor ao deixar o Parque São Jorge.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansRonaldo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.