Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Eufórico, Flu se prepara para o líder

Um dia após a vitória, por 2 a 1, de virada, sobre o Flamengo, o elenco do Fluminense só tinha motivos para comemorar. Além de ser o melhor time do Rio na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, ocupando a 7ª colocação com 12 pontos, a equipe tricolor está apenas a dois pontos do Criciúma, líder da competição. Para completar o clima de euforia nas Laranjeiras, as duas equipes vão se enfrentar, sábado, no Maracanã, onde a equipe carioca vem obtendo bons resultados neste Brasileiro: duas vitórias e um empate. Portanto, ótima oportunidade para derrotar o líder do campeonato e ficar, pelo menos, entre os quatro primeiros colocados. "O Fluminense está dando espaços para os jovens revelados no clube e está sendo feliz. Os companheiros estão me passando tranqüilidade e apoio para jogar. Quero trabalhar e ajudar o time a vencer no Brasileiro", afirmou Maicon, autor do gol de empate sobre o Flamengo. Para o confronto de sábado, o técnico Ricardo Gomes não poderá contar com o meia Roger, que vai cumprir suspensão automática. Recuperado de contusão, Ramon deve substituí-lo. Apesar da experiência de Romário, Edmundo e Ramon, Roger é visto nas Laranjeiras como referência para os atletas mais jovens, até pela sua identificação com o clube - a estrela também foi revelada no Fluminense. Líder da equipe tricolor, Roger não escondeu seu sonho de ser convocado para a seleção brasileira. "O Parreira (Carlos Alberto) me conhece muito bem e vou continuar trabalhando. Se eu continuar jogando bem, posso ser escolhido por ele", disse o atleta, referindo-se ao técnico da seleção brasileira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.