Eurico confia na permanência de Edmundo

O atacante Edmundo declarou nesta quinta-feira que não vai mais atuar pelo Vasco. O jogador alega que o clube lhe deve seis meses de salários e, como nada estaria sendo feito para saldar a dívida, não há mais vontade de continuar em São Januário. "Quero ter tranqüilidade para poder trabalhar. Por enquanto estou desempregado", afirmou o atleta, completando em seguida que ainda não sabe qual será o seu destino. Edmundo tem contrato com o Vasco até 2005. O presidente do Vasco, Eurico Miranda, por sua vez, recebeu com surpresa a declaração do atleta. "Não tenho nada a declarar. Ele deve saber o que está falando. O que você quer que eu diga sobre isso", indagou o dirigente. Logo depois, ele alfinetou o jogador. "É bem provável que nesta sexta-feira ele fale outra coisa. Mude o discurso." Eurico negou que o clube esteja devendo seis meses de salário a Edmundo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.