Eurico continua na pauta da CPI

O presidente da Câmara, deputado Aécio Neves (PSDB-MG) pediu, nesta segunda-feira, "estudo jurídico" à sua assessoria para "analisar as denúncias", formuladas pela CPI do Futebol, no Senado, de que o deputado Eurico Miranda (PPB-RJ) teria cometido crimes contra a ordem tributária, apropriação indébita, falsidade ideológica e crimes eleitorais. "Ainda não recebi a documentação, mas posso assegurar que nenhuma denúncia ficará sem ser investigada", garantiu Aécio Neves. As denúncias contra o presidente do Vasco foram entregues ao procurador- geral da República, Geraldo Brindeiro, na quinta-feira, dia 7, pela CPI do Futebol.

Agencia Estado,

11 de junho de 2001 | 19h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.