Eurico Miranda diz que Vasco não precisa de reforços

Presidente do clube gosta do elenco, apesar da derrota para o Flamengo na semi da Taça Guanabara

20 de fevereiro de 2008 | 19h23

Como de hábito no Vasco, derrotas para o arqui-rival Flamengo, ainda mais em jogos decisivos, não costumam passar incólumes, sem conseqüências. Depois da eliminação da Taça Guanabara com a derrota por 2 a 1 para os rubro-negros, a primeira delas foi a saída do preparador físico Luiz Flávio, que bateu de frente com Edmundo. E não seria exagero dizer que o técnico Alfredo Sampaio também está próximo de seguir o mesmo caminho. O presidente interino do Vasco, Eurico Miranda, não gostou das declarações do treinador de que a pré-temporada foi mal feita, principalmente por conta da viagem aos Emirados Árabes para disputa de torneio amistoso, insinuando que não passavam de desculpa. Eurico também negou o pedido de Sampaio de contratação de um zagueiro e um reserva para o lateral-direito Wagner Diniz."Não vou contratar ninguém. O jogo contra o Flamengo me deu a certeza de que temos um bom time", comentou o presidente. "Jogamos melhor que eles."Em meio ao alvoroço, o atacante Jean já treina com a equipe e tenta recuperar a forma para poder estrear contra o Itabaiana-SE, pela Copa do Brasil, no dia 27. O jogador está inscrito para a disputa da Taça Rio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.