Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Eurico Miranda protesta contra a CBF

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) voltou a provocar polêmica hoje. A vítima desta vez foi o Vasco. A confusão começou quando o site da CBF pôs Fábio como jogador do Benfica e divulgou o clube brasileiro como seu ex-time na lista dos atletas convocados pelo técnico da seleção brasileira, Carlos Alberto Parreira, para os amistosos com a França, em Paris, e a Catalunha, em Barcelona. Após a notícia causar agitação e surpreender a todos em São Januário, a CBF, por meio de sua assessoria de imprensa, informou que houve erro na hora de digitar o clube do atleta. Irritado, o presidente do Vasco, Eurico Miranda, criticou a entidade e acusou "algumas pessoas" de terem interesses obscuros na venda do jogador. "Devem ter pessoas que estão envolvidas na negociação e estão querendo levar algo. E conhecem coisas que eu não sei. O Fábio tem contrato com o Vasco até 2006 e foi convocado para a seleção por ser nosso atleta", afirmou. O dirigente também questionou a importância da entidade para o desenvolvimento do futebol brasileiro. "A CBF é séria ou não? Não quero explicação, nem aceito o pedido de desculpas. Vou protestar e tomar as medidas cabíveis". Para enfrentar o São Caetano, domingo, no Estádio Anacleto Campanella, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro, o técnico do Vasco, Geninho, sabe que terá de superar, além da qualidade técnica do adversário, a forte marcação exercida pelo time paulista para conquistar a segunda vitória na competição. O treinador ressaltou hoje que pretende manter a equipe que conquistou a primeira vitória do Vasco no Brasileiro - sábado passado, quando derrotou o Paysandu, por 2 a 1, de virada, em Belém.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.