Eurico Miranda volta ao Vasco com cargo no Conselho

Uma das figuras mais polêmicas da história do futebol brasileiro, Eurico Miranda voltou a assumir uma função com poder político no Vasco. A chapa encabeçada pelo cartola ganhou a disputa pelo comando do Conselho de Beneméritos do clube, em eleição realizada nesta terça-feira, em São Januário. Assim, Eurico será o presidente do órgão pelos próximos três anos, tendo Silvio Godoi como vice. Henrique Loureiro Monteiro, candidato apoiado pelo atual presidente, Roberto Dinamite, perdeu o pleito.

LEONARDO MAIA, Agencia Estado

19 de janeiro de 2010 | 19h14

"Ele ganhou porque tinha uma base de aliados muito grande lá, criada quando era presidente. Só espero que ele aja como prometeu durante a campanha, colocando o Vasco acima de tudo, de qualquer divergência política. Vamos ver na prática", disse Roberto Dinamite, quando questionado sobre o que espera da relação com Eurico, a quem sucedeu na presidência vascaína.

Em junho de 2008, por força de uma ordem judicial que o obrigou a realizar novas eleições, depois de diversas irregularidades serem constatadas no pleito anterior, Eurico deixou a presidência vascaína e se afastou um pouco do dia a dia do clube, mas sem nunca deixar de manter contato com diversos aliados que ainda transitavam por São Januário.

Nesse período, Eurico criou ligações com o Duque de Caxias, onde deu espaço para seus filhos - Álvaro Miranda é o técnico e Euriquinho participa da administração do clube.

"Não acho que vá mudar muito nossa vida. O antigo presidente do Conselho, o Carlos Alberto Cavalheiro, já era da turma dele. Espero que os trâmites sigam tranquilamente", comentou Roberto Dinamite.

A reportagem tentou entrar em contato com Eurico Miranda, mas não obteve retorno.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolVascoEurico Miranda

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.