Eurico não irá ao funeral de Clébson

O presidente do Vasco, Eurico Miranda, expressou neste sábado em poucas palavras seu pesar pela morte do lateral-direito da equipe, Clébson, de 22 anos, que morreu em um acidente automobilístico, na noite de sexta-feira. "Não é possível encontrar uma explicação para a morte. Ele era jovem e foi vítima de um acidente automobilístico, que pode acontecer a qualquer pessoa", assegurou. O dirigente não vai participar do funeral do atleta, na Bahia.Há sete anos, no dia 20 de abril, o Vasco também perdeu um jogador vítima de um acidente: o atacante Denner, ex-Portuguesa-SP. O atleta viajava com um amigo em seu Mitsubishi Eclipse branco, placa DNR 0010, e morreu quando o veículo chocou-se violentamente contra uma árvore na Lagoa Rodrigo de Freitas, na zona sul do Rio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.