Marcelo Sadio/Vasco
Marcelo Sadio/Vasco

Eurico reclama de acordo feito por antecessor no Vasco

Novo presidente do clube reclama de acordo feito na Justiça por gestão Dinamite; instituição deve R$ 4,21 milhões para advogado

Estadão Conteúdo

03 de dezembro de 2014 | 19h33

Recém-empossado presidente do Vasco, Eurico Miranda convocou entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira para denunciar o que considerou "um conluio" da diretoria anterior, comandada por Roberto Dinamite, e um advogado contratado pelo clube na última administração.

Eurico Miranda se disse surpreso com a rapidez com que o Vasco resolveu fazer um acordo na Justiça de uma dívida de R$ 4,21 milhões com o advogado Marcello Macedo e a dividiu em dez parcelas, às vésperas da posse da nova diretoria. O atual presidente afirmou ainda que vai tentar reverter a decisão judicial.

"Descobrimos que há um advogado contratado pelo Vasco, que é funcionário do clube, e recebe 30 mil reais de salário por mês, fora honorários. E foi com ele que o próprio clube acertou com uma velocidade incrível o pagamento de uma dívida de mais de R$ 4 milhões. Não podemos aceitar isso", disse o novo presidente, que tomou posse na noite de terça-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.