Eurico vê Vasco 'ganhar campeonato' e Roth exalta atuação em estreia no comando

O Vasco deixou a lanterna do Campeonato Brasileiro ao vencer o Flamengo por 1 a 0, na noite deste domingo, na Arena Pantanal, em Cuiabá, pela nona rodada da competição. O triunfo marcou de forma positiva a estreia do técnico Celso Roth, contratado para o lugar de Doriva, e motivou o presidente vascaíno Eurico Miranda a fazer uma provocação ao arquirrival, que encabeça a zona de rebaixamento da tabela, com sete pontos, no 17º lugar.

Estadão Conteúdo

29 de junho de 2015 | 09h01

O dirigente ainda alfinetou os críticos, que na sua opinião ficaram insatisfeitos com a vitória. Vitória que levou o Vasco ao 19º e penúltimo lugar, com seis pontos, dois à frente do agora lanterna Joinville.

"Pouco me importam as declarações desses comentaristas sobre o jogo em que vencemos o Flamengo. Na verdade, para eles, o jogo foi péssimo por causa da vitória do Vasco. Queria conhecer a opinião deles se o nosso adversário tivesse vencido. O que importa e todos sabem é que vencer o Flamengo é ganhar um campeonato. E ganhei mais um. O segundo este ano", ressaltou Eurico.

Roth, por sua vez, festejou o fato de ter conseguido estrear com aquele que foi o primeiro triunfo vascaíno neste Brasileirão. "Um time só pode ganhar jogo se tiver consistência. O Vasco teve isso. Sabia o que tinha de fazer, como se posicionar. E a obrigação de qualquer equipe é fazer isso. O Vasco não errou, tanto no individual quanto no coletivo", afirmou o treinador, exaltando a atuação cruzmaltina.

O goleiro Charles, que substituiu Martín Silva como titular do gol, também teve o seu desempenho exaltado pelo comandante. "Se o Martín Silva não tiver condições, ele vai continuar. Vinha fazendo boas partidas. No primeiro tempo, o Flamengo não ameaçou. Na segunda etapa, o Charles fez uma bela defesa, decisiva. Parabéns para ele e à comissão técnica. Mas vale ressaltar que não se consegue um resultado só com um jogador. Foi um todo", reforçou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoVasco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.