Eurocopa com 24 seleções será tão boa quanto atual, diz Platini

Ter 24 equipes na etapa final da Eurocopa em vez de 16 a partir de 2016 não afetará a qualidade das partidas, disse o presidente da Uefa Michel Platini na sexta-feira. "Estou certo que não mudará o nível técnico do jogo", disse Platini em uma reunião do comitê executivo da entidade que comanda o futebol e que apoiou a expansão. "Isso dará aos times que nunca participaram uma chance", acrescentou. "Isso não afetará a qualidade do futebol, só irá aumentar a diversidade". A decisão já era esperada pois todos os 53 países-membros da Uefa haviam apoiado a medida em junho, apesar das críticas de que ela diminuiria a qualidade do evento. Mesmo assim, a expansão foi aprovada de forma unânime na sexta-feira. A primeira edição do torneio com 16 equipes foi promovida em 1996, mas desde então, alguns países têm pressionado para que o evento seja maior ainda. Com a expansão, quase metade dos 53 membros da Uefa irão participar da competição em 2016. O formato irá consistir em seis grupos de quatro times. Os dois primeiros de cada grupo irão se classificar, assim como os quatro melhores terceiros colocados. Serão disputadas 51 partidas, 20 a mais que as atuais 31. A competição acontecerá em um período entre 29 e 31 dias, dependendo do calendário. O formato tradicional de eliminatória, com seis grupos de seis e cinco times, continuará. (Reportagem de Darren Ennis)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.