Europa sofre com declínio dos cobradores de falta

Futebol no velho continente, considerado superior, também não tem um grande batedor para bolas paradas

GONÇALO JUNIOR E WILSON BALDINI JR. , O Estado de S. Paulo

28 de julho de 2013 | 09h55

SÃO PAULO - A realidade brasileira de escassez de bons cobradores de faltas pode ser estendida para o futebol mundial. Os exímios batedores também são raros na Europa.

O italiano Pirlo é um deles, e marcou 13 gols de falta em 102 jogos pela Azzurra. Um deles foi anotado na Copa das Confederações, na vitória da Itália sobre o México por 2 a 1, no Rio. No lance, ele mostrou a batida perfeita por cima da barreira, que sempre caracterizou seu estilo, independentemente da distância. Modesto, Pirlo contou que se inspirou em Juninho Pernambucano. "Quando Juninho jogava pelo Lyon, eu o via cobrando faltas e comecei a achar que podia fazer igual. Decidi copiá-lo e acho que tem funcionado", declarou o italiano.

David Beckham encerrou sua carreira no Paris Saint-Germain na temporada passada como uma unanimidade nas bolas paradas. O inglês batia na bola como poucos, em faltas e lançamentos longos, e anotou 65 gols de falta em sua carreira.

Lionel Messi não apresenta a mesma exuberância dos dribles e arrancadas nas cobranças de falta, mas o melhor do mundo está evoluindo. De 2004 a 2007, ele não fez gols de falta. Em 2012, foram cinco. O português Cristiano Ronaldo batizou seus próprios chutes como "tomahawks" em referência aos mísseis teleguiados americanos. Embora haja aí exagero, Ronaldo combina força e precisão e já marcou 21 gols de falta pelo Real Madrid. O inglês Steven Gerrard é tão preciso quanto David Beckham e alterna pancadas e chutes colocados. Os são-paulinos ainda se orgulham da defesa de Rogério Ceni em uma falta cobrada por ele na decisão do Mundial de Clubes de 2005.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.