Andreu Dalmau/Efe
Andreu Dalmau/Efe

Europeus vão na contramão do Brasil e clubes gastam milhões

Dois dos maiores gastadores, Chelsea e Manchester City voltaram a mostrar apetite e torraram milhões de euros

Fernando Faro, Estadão Conteúdo

04 de janeiro de 2015 | 08h33

Se os clubes brasileiros vivem período de estiagem, o mercado europeu aos poucos volta a gastar somas elevadas para reforçar seus clubes. O Real Madrid, por exemplo, gastou quase R$ 240 milhões para contratar James Rodríguez do Mônaco e ainda trouxe Kroos por "apenas" R$ 75 milhões. O Barcelona também foi às compras e desembolsou mais de R$ 300 milhões para reforçar o elenco com atletas como o uruguaio Luis Suárez, o croata Rakitic e o francês Mathieu.

Dois dos maiores gastadores, Chelsea e Manchester City também voltaram a mostrar apetite e torraram milhões de euros em jogadores como Diego Costa, Fàbregas e Mangala. Os citizens estão dispostos ainda a gastar cerca de R$90 milhões para tirar Miranda do Atlético de Madri.

A exceção continua sendo a Itália, que segue em crise não consegue angariar recursos. Principal clube, a Juventus pode perder alguns dos seus principais jogadores para outros mercados.

Tudo o que sabemos sobre:
futinterfutebolmercadoEuropa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.