Eutrópio estreia no Fluminense contra o Internacional

A missão é ingrata para Vinicius Eutrópio. A sua estreia como técnico do Fluminense não será no Maracanã e num clima de tranquilidade. Pelo contrário. A equipe está em crise, na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro e precisa reagir logo. Só que vai enfrentar um rival indigesto pela frente: o Internacional, nesta quarta-feira, às 21h50, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.

AE, Agencia Estado

15 de julho de 2009 | 07h54

Nada que desanime o novo treinador tricolor, que até domingo era auxiliar-técnico de Carlos Alberto Parreira, demitido na segunda após a derrota em casa para o Santo André. Eutrópio garante: atitude não vai faltar. ?Sabemos que vai ser um jogo difícil, até porque o Inter também está tentando uma recuperação. Temos de ter mais força do que eles. Não podemos nos omitir?, cobrou o treinador.

O atacante Fred, que retorna ao time após cumprir suspensão, lamentou a saída de Parreira, mas disse confiar no trabalho de Eutrópio. ?Estamos felizes e o grupo todo confia nele. Temos amizade e respeito, tudo o que uma boa relação precisa. Torcemos para que ele permaneça como nosso treinador por muito tempo. Espero que as coisas possam caminhar bem?, comentou.

O Fluminense tem o pior ataque da competição - marcou apenas oito gols em dez jogos. Muito pouco para quem investiu tanto na contratação de Fred e Leandro Amaral.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.