Divulgação/ Santos
Divulgação/ Santos

Evandro diz que adaptação do Santos ao estilo de Jesualdo é questão de tempo

Equipe da Baixada Santista encara o Corinthians, domingo, em Itaquera

Redação, Estadao Conteudo

31 de janeiro de 2020 | 20h30

Titular na vitória diante da Inter de Limeira, quinta-feira, quando o Santos teve sua melhor atuação sob o comando do técnico Jesualdo Ferreira, o meia Evandro afirmou que é uma questão de tempo para os jogadores entenderam os conceitos do português e enxerga uma evolução da equipe.

Com Jesualdo, o Santos empatou com o Red Bull Bragantino sem gols na estreia do Campeonato Paulista, com uma atuação muito ruim na Vila Belmiro. Depois derrotou o Guarani, em Campinas, com mais uma exibição pouco convincente, até ganhar com um bom futebol, principalmente no primeiro tempo, diante da Inter de Limeira, na quinta-feira, novamente em casa.

"Os jogadores conseguiram entender um pouco melhor neste último jogo. É uma questão de tempo para jogarmos melhor", aposta Evandro, que ficou satisfeito com o desempenho individual. "Ano passado eu perdi uma sequência por lesão, isso faz diferença. Tendo iniciado uma pré-temporada com o grupo todo faz total diferença, me sinto muito mais preparador fisicamente. É o início, espero evoluir mais, mas fico feliz por ter tido uma oportunidade."

O clássico com o Corinthians, domingo, em Itaquera, é mais uma oportunidade, segundo o jogador, para o Santos demonstrar evolução. Há possibilidade de Tiago Nunes poupar alguns jogadores porque o time entra em campo pela Libertadores na quarta-feira seguinte, contra o Guaraní do Paraguai como visitante.

"Se o Corinthians jogar com os jogadores que não vêm atuado, eles entram sem muita pressão, soltos. O que podemos fazer? Pensar em o que podemos evoluir. Temos de focar aqui na nossa equipe, isso é mais importante do que pensar se serão titulares ou reservas do outro lado", afirmou Evandro.

Jesualdo também deve fazer algumas alterações no Santos pela sequência de jogos. A equipe entrou em campo na segunda-feira, quinta e novamente terá de atuar no domingo. Não à toa, o português poupou jogadores diante da Inter de Limeira.

Para Evandro, com mudanças no comando das equipes, vai levar vantagem quem entender melhor o que o adversário vai propor no clássico. "As duas equipes mudaram. Será um jogo de detalhes, quem conseguir neutralizar os pontos fortes mais rápido, ter uma leitura melhor do que o adversário vai fazer, vai sair na frente. É um clássico e qualquer resultado pode acontecer."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.