Evaristo desmente análise de Felipão

O técnico do Vasco, Evaristo de Macedo, negou nesta terça-feira que o time atue em função do artilheiro Romário. A afirmação do treinador foi motivada pelo técnico da seleção brasileira, Luiz Felipe Scolari, que declarou durante a convocação dos atletas que atuam por equipes estrangeiras, para o amistoso contra a Iugoslávia, no dia 27, em Fortaleza, que a equipe vascaína é armada em função do artilheiro. Segundo Evaristo, todo time precisa de um atacante que seja referência de gols. Lembrou que Romário é um dos maiores goleadores do futebol brasileiro e, por isso, é mais do que natural que ele seja o referencial dos companheiros. O treinador ainda afirmou que o "Baixinho" não é um desagregador e salientou sua importância para o elenco.

Agencia Estado,

12 Março 2002 | 20h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.