Evaristo pede demissão após goleada

O técnico Evaristo de Macedo entregou o cargo após a goleada de 6 a 0 sofrida pelo Bahia ontem à noite diante do Flamengo no Maracanã. A equipe baiana caiu para a 21ª posição na beirada da zona de rebaixamento. O gerente de futebol Marcelo Chamusca ficará interinamente dirigindo a equipe enquanto a direção não contrata um substituto. O nome mais falado na capital baiana é o de Osvaldo Alvarez, o Vadão."Acho que nessa oportunidade uma mudança de filosofia é muito importante", disse Evaristo para justificar seu pedido de demissão. Ele voltou a reafirmar seu amor pelo clube com o qual conquistou o Campeonato Brasileiro em 1988. "Estou sofrendo com essa campanha que não era a esperada", disse, achando que o Bahia ainda pode se recuperar dentro da competição. Ele se queixou das contusões, suspensões e falta de sorte em campo, mas enfatizou que deixa o Bahia sem maiores reclamações.Evaristo foi contratado para substituir Bobô, demitido no inicio do Brasileiro. O veterano treinador não conseguiu dar um padrão ao time, principalmente na defesa. A equipe baiana é uma das poucas que ainda não conseguiu vencer fora de casa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.