Pedro Souza/ Atlético
Pedro Souza/ Atlético

Everson comemora após título do Atlético-MG: 'É o melhor ano da minha carreira'

Goleiro chegou a ser convocado para a seleção brasileira e vibra com tríplice coroa atleticana conquistada em 2021

Redação, Estadão Conteúdo

16 de dezembro de 2021 | 00h46

Decisivos nas conquistas do Atlético Mineiro nesta temporada, o goleiro Everson e o atacante Keno não esconderam a alegria e a satisfação pelo trabalho recompensado com os títulos do Brasileirão e da Copa do Brasil. O segundo troféu foi conquistado na noite desta quarta-feira, com nova vitória sobre o Athletico-PR, desta vez por 2 a 1, em Curitiba.

"Graças a Deus, pude dar a minha parcela de contribuição. Pude ajudar a minha equipe ali atrás, sendo uma peça estratégica. Hoje estou muito feliz pelo momento que estou passando. Esse 2021 é, com certeza, o melhor ano da minha carreira", disse Everson, eleito o melhor goleiro desta Copa do Brasil.

Ao comparar 2021 com suas temporadas anteriores, ele destacou 2019, quando foi comandado pelo técnico argentino Jorge Sampaoli. E comparou sua passagem pelo Santos com seus dois anos no Atlético-MG. "Aqui é um estilo de jogo diferente, em comparação ao Santos, do Sampaoli. O Cuca deixa a gente bem à vontade. O Sampaoli obrigava a gente a sair jogando com os pés."

Everson foi decisivo também na conquista do Brasileirão, cujo troféu foi levantado pelo time mineiro há dez dias. O Atlético terminou aquele campeonato com a melhor defesa.

Se ele brilhou lá trás, Keno fez a diferença no ataque atleticano. Ele foi autor de dois gols nas finais da Copa do Brasil, um em cada jogo. Após um início de temporada aquém do esperado, o atacante marcou seus gols e deu seis assistências em seus últimos 12 jogos no ano.

"Agradecer a Deus por tudo o que passamos neste ano. A gente mereceu. Trabalhamos bastante. Fizemos uma temporada muito boa. Temos que reconhecer o que fizemos. Estou muito feliz por estes dois títulos. Fizemos um bom trabalho", comentou Keno, que admitiu as dificuldades enfrentadas pela equipe na Arena da Baixada.

"Fizemos uma boa vantagem em casa e sabíamos que teríamos um jogo difícil aqui. Temos é que comemorar agora. 2022 é outro ano. Vamos ver o que vai acontecer. Temos que trabalhar, jogadores podem sair, outros podem ser contratados. Temos que fazer uma boa pré-temporada para começar o ano com o pé direito", projetou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.