Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Everson diz que expulsão de Gustavo Henrique atrapalhou Santos em derrota

Goleiro pede para o time manter a cabeça no lugar visando o clássico com o Corinthians, na segunda-feira

Redação, O Estado de S.Paulo

04 de abril de 2019 | 22h07

O goleiro Everson evitou responsabilizar Gustavo Henrique pela derrota do Santos, por 1 a 0, para o Atlético Goianiense no duelo de ida da terceira fase da Copa do Brasil, mas admitiu que a expulsão do zagueiro no início do segundo tempo atrapalhou o desempenho do time e seu planejamento para o compromisso desta quinta-feira, disputado no Estádio Antônio Accioly.

"Não justifica o placar, mas atrapalha o plano de jogo que tínhamos feito para o segundo tempo. Lógico que dificulta. Mas não é desculpa. Poderíamos ter feito um jogo melhor mesmo com um jogador a menos. É colocar a cabeça no lugar porque temos um jogo na segunda e outro na quinta para reverter", disse o goleiro em entrevista ao SporTV.

Gustavo Henrique foi um dos poucos jogadores titulares a atuar desde início pelo Santos contra o Atlético-GO. Além dele, o técnico Jorge Sampaoli só escalou o lateral-direito Victor Ferraz. Já Everson é o escolhido para começar jogando os compromissos do time nas copas.

Momentos após o Santos conseguir efeito suspensivo que permitirá o aproveitamento de Gustavo Henrique na reta final do Campeonato Paulista, Gustavo Henrique atuou em Goiânia, pela Copa do Brasil. Recebeu um cartão amarelo no primeiro tempo por reclamação. Já no segundo, fez falta em contra-ataque do Atlético-GO e foi expulso aos sete minutos. Com um a mais, a equipe da casa garantiu a vitória aos 36, com gol de Jorginho, o primeiro sofrido por Everson em quatro jogos pelo time.

O Santos tentará reverter a vantagem do Atlético-GO na quinta-feira, quando o receberá na Vila Belmiro. Antes, na segunda, enfrentará o Corinthians, no Pacaembu, pelas semifinais do Campeonato Paulista. Em ambos os casos, terá de vencer por dois gols de diferença para avançar nas competições sem a necessidade dos pênaltis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.