Érico Leonan / São Paulo
Érico Leonan / São Paulo

Everton corre em campo, mas ainda será desfalque no São Paulo

Atacante deve voltar ao time apenas no clássico contra o Santos, na Vila Belmiro; Rodrigo Caio treina com bola

Renan Cacioli, O Estado de S. Paulo

06 Setembro 2018 | 16h52

Na reapresentação do São Paulo na tarde desta quinta-feira, a principal novidade foi a presença do atacante Everton em campo. Recuperando-se de um estiramento muscular sofrido na coxa esquerda durante a partida contra o Ceará, no dia 26 de agosto, ele correu em volta de um dos gramados do CT da Barra Funda. Foi a primeira atividade dele fora do Reffis desde a lesão.

Apesar da boa notícia para a torcida, Everton ainda não estará à disposição do técnico Diego Aguirre para o jogo deste sábado, contra o Bahia, às 19h, no Morumbi, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. A tendência é ele retornar à equipe apenas no clássico diante do Santos, dia 16, na Vila Belmiro. Até lá, ele terá mais uma semana cheia, sem jogos, para se recuperar.

Quem também será desfalque por lesão é o lateral-direito Bruno Peres. O jogador foi outro a sofrer lesão muscular, mas na coxa direita, antes ainda do duelo com o Atlético-MG, na última quarta-feira, que terminou com derrota tricolor por 1 a 0. O resultado tirou o São Paulo da liderança do campeonato. Com os mesmos 46 pontos do Internacional, os paulistas levam a pior na tabela no saldo de gols (17 a 16).

Além da dupla, Aguirre não poderá contar com o lateral-esquerdo Reinaldo, que levou o terceiro cartão amarelo em Belo Horizonte, nem com o zagueiro equatoriano Arboleda, que serve a seleção de seu país na data Fifa desta semana. Em compensação, o meia-atacante Diego Souza, suspenso do jogo em Minas, tem presença garantida no 11 inicial do técnico uruguaio. 

Rodrigo Caio também treina no campo

Na atividade realizada nesta tarde, Aguirre mandou a campo os reservas da equipe e aqueles que entraram no decorrer do jogo contra o Atlético-MG, casos de Shaylon e Gonzalo Carneiro. A exceção foi Liziero, que saiu do banco ainda no intervalo e, por ter atuado mais tempo que os outros dois, acabou poupado do treino com bola.

A surpresa foi a presença do zagueiro Rodrigo Caio, nem sequer relacionado para as duas últimas partidas em virtude de um trauma sofrido no joelho direito. Ele participou o tempo todo do trabalho e, a princípio, volta a ser opção para o treinador. 

O São Paulo volta a treinar na tarde desta sexta-feira, quando Aguirre deverá definir o time que encara o Bahia. A atividade será quase toda fechada para a imprensa, como vem acontecendo nas vésperas das partidas do clube.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.