Everton descarta jogar pelo empate com o Vasco: 'Não dá para jogar atrás'

Recuperado de lesão e provável titular na partida decisiva com o Vasco, no próximo domingo, o meia Everton disse nesta quarta-feira que espera que o Flamengo entre em campo para vencer, mesmo que o empate seja suficiente para o time rubro-negro chegar à final do Campeonato Carioca.

Estadão Conteúdo

15 de abril de 2015 | 18h37

Caso seja escalado para a partida do Maracanã, será a oitava vez que Everton enfrentará o Vasco em suas duas passagens pelo Flamengo. "Não sei quem é que vai jogar, mas quem entrar tem que entrar firme, forte. O Maracanã vai estar cheio. A torcida do Flamengo joga junto com o time, não dá para jogar atrás. Temos que pensar em ganhar o jogo", declarou o jogador nesta quarta-feira.

Everton reconheceu que o time não foi bem no último domingo, quando as equipes empataram em 0 a 0. Ele creditou o futebol abaixo do esperado à falta de ritmo de jogo dele e de alguns companheiros. "Temos que ter outra postura. No último jogo, alguns jogadores estavam voltando de lesão, mas agora tivemos a semana cheia para trabalhar."

Atuando pelo Flamengo, Everton nunca perdeu um clássico para o Vasco. Caso o tabu se mantenha, o time rubro-negro estará classificado à final, já que até mesmo um empate é suficiente por conta da melhor campanha na primeira fase. "Contra o Vasco as coisas têm acontecido bem, mas sempre foram jogos difíceis. É a maior dificuldade, o maior clássico do Rio de Janeiro, mas estou tendo essa sorte aí."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoVascoEverton

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.