Lucas Uebel/Grêmio
Lucas Uebel/Grêmio

Éverton diz que Grêmio precisa levantar a cabeça e promete secar o São Paulo

Equipe gaúcha torce por um tropeço dos paulistas nesta segunda-feira, no Morumbi, diante do Sport, para manter vantagem na briga pelo G-4

Estadão Conteúdo

25 de novembro de 2018 | 20h14

Os jogadores do Grêmio saíram decepcionados do Barradão, em Salvador, neste domingo. Afinal, o time penas empatou sem gols diante do Vitória, pela 37.ª e penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. O atacante Éverton, um dos poucos lúcidos em campo, falou em "levantar a cabeça" e "secar o São Paulo."

"Não conseguimos o gol. É levantar a cabeça, paciência, dependemos de outros resultados de novo. Complica, o São Paulo joga em casa, sabemos da força deles em casa. É dar uma secada que quem sabe na última rodada podemos reverter essa situação", disse o atacante após a partida.

O Grêmio poderá perder o quarto lugar para o São Paulo. O clube gaúcho chegou aos 64 pontos e terá que esperar o confronto do time paulista diante do Sport, no Morumbi, nesta segunda-feira. Os paulistas somam 62 pontos e brigam por uma vaga na fase de grupos. O quinto colocado precisará disputar a fase preliminar da Libertadores.

"O empate não estava em nosso pensamento. Viemos com o intuito de vencer, mas não deu. Agora, é manter a calma e buscar esta vaga direta", disse o lateral Cortez. O jovem Jean Pyerre, que chegou a dar trabalho para a defesa do Vitória, focou nos lances perdidos, mas também lamentou o resultado final. "Tivemos chances de matar o jogo, mas não conseguimos. Depender dos outros nunca é bom. Mas nada está perdido", disse ele.

O Grêmio, após torcer contra o São Paulo, encerrará sua participação no Brasileirão no próximo domingo, às 17 horas, contra o Corinthians, em casa, em Porto Alegre.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.