Rubens Chiri / São Paulo
Rubens Chiri / São Paulo

Everton é relacionado no São Paulo, mas pode iniciar jogo no banco

Comissão técnica ainda avalia riscos de utilizar jogador desde o início do clássico contra o Corinthians

Renan Cacioli, O Estado de S. Paulo

09 Novembro 2018 | 19h23

O técnico Diego Aguirre confirmou a expectativa da semana e convocou o meia-atacante Everton para o clássico deste sábado, contra o Corinthians, às 17h, em Itaquera, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. A dúvida, porém, é se o camisa 22 vai começar jogando ou ficará no banco do São Paulo como opção.

Não se trata de mistério do treinador uruguaio, mas de precaução da comissão técnica por conta dos seguidos problemas físicos do jogador, que só atuou em uma das 13 partidas do returno o tempo todo. Após se lesionar contra o Ceará, a segunda exibição do time no segundo turno, ele tentou voltar duas vezes. Contra o Santos, foi escalado desde o início, mas saiu antes do intervalo, de novo com dores musculares na coxa esquerda, mesmo motivo da primeira contusão. Mais tarde, diante do Palmeiras, entrou na etapa final, ocasião em que sofreu nova lesão na mesma região.

De lá para cá, passaram-se quatro jogos (Internacional, Atlético-PR, Vitória e Flamengo). Após tratamento no Reffis, ele voltou a treinar no campo no último sábado. Fez toda a transição até conseguir trabalhar com bola normalmente nos últimos dias. O receio de Aguirre é forçar Everton desde o início do clássico contra o Corinthians e correr o risco de perdê-lo de vez até o fim da temporada.

Caso opte por preservar Everton para o segundo tempo, o treinador poderá repetir a escalação com três zagueiros utilizada na rodada anterior, no empate em 2 a 2 diante do Flamengo. O problema é que ela não funcionou e o uruguaio acabou mexendo na equipe já no intervalo ao sacar um dos zagueiros (Anderson Martins) para apostar no garoto Helinho. O garoto de 18 anos, por sua vez, apesar de ter deixado excelente impressão pelo gol marcado após cinco minutos em campo, também é tratado com cautela. Aguirre não pretende queimar etapas.

O goleiro Jean e o volante Hudson retornam após cumprir suspensão no último fim de semana. Já os desfalques para o Majestoso são: Luan (entorse no tornozelo direito), Everton Felipe (aprimora forma física após um estiramento no ligamento colateral medial do joelho direito) e Rojas (passou por cirurgia no tendão patelar do joelho direito nesta semana e só retorna aos gramados em 2019).

Confira a lista completa com os 23 relacionados:

Goleiros: Jean, Lucas Perri e Sidão.

Laterais: Bruno Peres, Edimar e Reinaldo.

Zagueiros: Anderson Martins, Arboleda, Bruno Alves e Rodrigo Caio.

Volantes: Araruna, Hudson, Jucilei e Liziero.

Meias: Everton, Helinho, Nenê e Shaylon.

Atacantes: Brenner, Caíque, Diego Souza, Gonzalo Carneiro e Tréllez.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.