Renan Cacioli/ Estadão
Renan Cacioli/ Estadão

Everton evolui, corre em campo, mas ainda é dúvida no São Paulo

Meia-atacante inicia transição da fisioterapia ao gramado e tenta se recuperar a tempo de encarar o Botafogo

Renan Cacioli, O Estado de S. Paulo

25 de setembro de 2018 | 14h27

A boa notícia do São Paulo nesta terça-feira foi a presença do meia-atacante Everton no gramado. Enquanto os companheiros fizeram atividades físicas e táticas com e sem bola, o camisa 22 apareceu para correr algumas voltas em torno dos campos do CT da Barra Funda. Foi a primeira movimentação dele fora do Reffis tricolor.

O jogador se recupera de dores decorrentes de uma fibrose, que não é uma nova lesão, mas a cicatriz de uma antiga (sofrida em 2015, segundo divulgou o São Paulo). Na última segunda-feira, novos exames mostraram que o quadro era estável. Tudo vai depender de como ele reagirá nos próximos dias, mas a expectativa é de que possa reforçar o time no duelo com o Botafogo, domingo, no Rio, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Após ter sofrido um estiramento muscular na coxa esquerda durante a vitória (1 a 0) sobre o Ceará, no dia 26 de agosto, ele desfalcou o São Paulo nos três compromissos seguintes (Fluminense, Atlético-MG e Bahia). Voltou no clássico contra o Santos, dia 16 de setembro, quando as dores oriundas dessa fibrose apareceram e o tiraram de campo no fim do primeiro tempo. De lá para cá, ele passara os dias apenas em tratamento no departamento médico.

Aguirre não dá pistas do time titular

Em rara movimentação aberta à imprensa, o técnico Diego Aguirre comandou diversos trabalhos em campo reduzido. No último deles, dividiu duas equipes com nove jogadores em cada para treinar finalizações de dentro da área.

Em tese, o time de colete laranja contava com o esboço do que poderá ser a formação titular para o jogo de domingo: Bruno Peres, Anderson Martins, Bruno Alves, Edimar, Hudson, Nenê, Diego Souza, Rojas e Reinaldo. A peça que falta é Jucilei, que estava na equipe sem colete ao lado de Arboleda, suspenso da próxima partida por ter recebido o terceiro amarelo no empate (1 a 1) com o América-MG.

Se Everton se recuperar e puder jogar, entrará na vaga de Edimar, com Reinaldo voltando à posição de origem na lateral, e o meia-atacante ocupando seu espaço na ponta esquerda.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.