Diego Vara/Reuters
Diego Vara/Reuters

Everton exalta poder de reação do Grêmio e garante: 'Estamos na briga'

Atacante destaca raça demonstrada pelo time gaúcho durante a vitória sobre o Rosário Central

Redação, O Estado de S.Paulo

11 de abril de 2019 | 00h24

Um dos destaques da vitória do Grêmio por 3 a 1 sobre o Rosário Central, em Porto Alegre, o atacante Everton exaltou o poder de reação da equipe, que ainda não tinha vencido na Copa Libertadores. O resultado manteve o time gaúcho vivo na briga por uma vaga nas oitavas de final

"O que vale é a luta, a raça e o empenho. Nossa equipe mostrou um poder de reação enorme. Espero lutar dessa forma até o fim da competição. Estamos na briga. Em nenhum momento nosso time desacreditou ou desistiu. Vamos seguir assim até o final", disse o atacante.

Já o meia Jean Pyerre, autor de um dos três gols do Grêmio, comemorou o fim do seu jejum com a camisa tricolor - não marcava desde outubro de 2018. "Estava muito tempo em busca desse gol. Botei na cabeça que iria sair no momento certo e fui feliz em ajudar meus companheiros. Quero agradecer o grupo. Estou feliz com tudo isso", completou.

Após conquistar a primeira vitória na Libertadores, o Grêmio foca no seu próximo compromisso, as finais do Campeonato Gaúcho contra o Internacional, domingo, no Beira-Rio, e quarta-feira, em casa.

Na Libertadores, o time, comandado por Renato Gaúcho, terá um grande desafio pela frente na próxima rodada, dia 23, pois enfrentará o Libertad, líder e já classificado, fora de casa, para tentar seguir vivo no torneio.

O Grêmio alcançou os quatro pontos, à frente apenas do Rosário Central, com um. O Libertad tem 12, contra seis da Universidad Católica, do Chile, principal rival da equipe na busca pela segunda vaga do Grupo H nas oitavas de final.

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.