Grêmio/Divulgação
Grêmio/Divulgação

Everton festeja Grêmio na fase de grupos da Libertadores e despista sobre saída

'A gente quer garantir o quarto lugar, é importante para o clube em termos de premiação', destaca o atacante

Redação, Estadão Conteúdo

01 de dezembro de 2019 | 22h36

O Grêmio recebeu o São Paulo, neste domingo, pela 36.ª rodada do Campeonato Brasileiro, e venceu por 3 a 0, resultado que garantiu a equipe gaúcha na fase de grupos da próxima Copa Libertadores. Após a partida, porém, o atacante Everton Cebolinha foi questionado também sobre o interesse do Everton, da Inglaterra, em contratá-lo. E desconversou.

"Ainda não chegou nada, mas, para mim, é motivo de felicidade. A gente sabe que, mantendo a regularidade e o trabalho sendo bem feito, tem especulação, e fico feliz. Não sei se vai chegar proposta", despistou.

O atacante, que também é figura constante nas convocações da seleção brasileira dirigida pelo técnico Tite, valorizou o momento gremista. No momento, o time de Renato Gaúcho ocupa o quarto lugar, com 62 pontos.

"Anteriormente, o professor tinha cravado que nós iríamos classificar para a fase de grupos, isso é muito importante, nos dá uma tranquilidade a mais para estes jogos que faltam. A gente quer garantir o quarto lugar, é importante para o clube em termos de premiação", destacou, antes de ser perguntado se estranhou jogar mais centralizado neste domingo.

"Não, é uma posição que eu gosto de jogar, ficou bem mais livre, bem mais solto. No primeiro tempo, o São Paulo soube neutralizar bem os espaços. No segundo, soubemos aproveitar bem, Luciano foi feliz em fazer dois gols, isso mostra a qualidade do elenco", completou.

Um dos destaques do Grêmio foi o atacante Luciano, que marcou dois gols, abrindo e fechando a vitória por 3 a 0 sobre o São Paulo. Ele comemorou o feito, mas também pediu foco para encarar o Cruzeiro, às 19h15 de quinta-feira, em Porto Alegre.

"É exaltar esse grupo, essa torcida. Agradecer a Deus, minha família. É trabalhar, que quinta tem mais. Agora, a gente claro que vai jogar os outros dois jogos para ganhar. Estamos mais tranquilos porque o Grêmio está na Libertadores. Vamos encarar o jogo de quinta-feira como decisão para acabar no G4", opinou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.