Everton marca no último lance, vence e deixa Newcastle na zona de rebaixamento

Com um gol marcado no último lance da partida, o Everton venceu o Newcastle por 1 a 0, fora de casa, neste sábado, no penúltimo confronto do Boxing Day, a tradicional rodada cheia realizada um dia após o Natal no Campeonato Inglês.

Estadão Conteúdo

26 de dezembro de 2015 | 17h40

O resultado levou o Everton aos 26 pontos, na nona posição da tabela, e deixou o Newcastle na zona de rebaixamento, em 18º lugar, com 17 pontos. A equipe anfitriã do confronto caiu do 17º para o 18º posto da tabela também pelo fato de o Swansea, que era o 18º antes do início da rodada, ter derrotado o West Bromwich Albion por 1 a 0, horas mais cedo, e saltado para a 16ª colocação. Também com 17 pontos, mas em vantagem nos critérios de desempate em relação ao Newcastle, está o Norwich.

O gol do triunfo do Everton aconteceu apenas nos acréscimos do tempo normal, aos 48 minutos da etapa final. Após escanteio batido pela direita, o goleiro Elliot socou mal a bola ao tentar afastá-la da área e Tom Cleverley, de primeira, cabeceou com precisão por cobertura para assegurar o triunfo do time visitante.

A falha acabou sendo um castigo para Elliot, que vinha tendo boa atuação e poucos minutos antes havia feito grande defesa em uma finalização frontal de cabeça do argentino Funes Mori. Entretanto, o Everton acabou merecendo o resultado por ter procurado até o fim o gol e não se contentado com o empate fora de casa.

Após o duelo deste sábado, o Everton voltará a campo já nesta segunda-feira, contra o Stoke City, em casa, na abertura da rodada final do primeiro turno do Inglês. No mesmo dia, o Newcastle irá encarar o West Bromwich Albion, fora de casa.

Ainda neste sábado, a rodada do Boxing Day será fechada com o duelo entre Southampton e Arsenal, a partir das 17h45 (de Brasília), no jogo em que o time de Londres terá a chance de assumir a liderança do Campeonato Inglês.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.