Alexandre Vidal/Flamengo
Alexandre Vidal/Flamengo

Everton Ribeiro aposta em sequência em casa para Flamengo encerrar críticas

Meia afirma que jogos contra Athletico-PR, Fortaleza e Corinthians vão ajudar a acalmar ambiente

Redação, Estadão Conteúdo

24 de maio de 2019 | 12h46

Depois de jogar duas vezes longe do Rio de Janeiro - Corinthians, em São Paulo, pela Copa do Brasil, e Atlético-MG, em Belo Horizonte, pelo Campeonato Brasileiro -, o Flamengo terá a partir deste domingo uma sequência de três partidas em casa para embalar de vez na temporada e acabar com as críticas que sofreu após a derrota em Minas gerais no sábado passado. Os desafios serão contra o Athletico-PR, Fortaleza e Corinthians - este último pela competição de mata-mata.

Nesta sexta-feira, em entrevista coletiva no CT Ninho do Urubu, no Rio de Janeiro, o meia-atacante Everton Ribeiro acredita que o Flamengo terá boas chances de mostrar um bom futebol nestes confrontos. "Estamos oscilando um pouco nos jogos fora e esses em casa vão ser bons se fizermos a nossa parte para entramos bem e vencer, ficar bem na tabela até a pausa. São jogos importantes e somos fortes dentro de casa", disse.

Depois do resultado negativo em BH, que gerou protestos da torcida com pichações em muros da Gávea e do CT, o Flamengo teve a semana cheia de preparação para o jogo contra o Athletico-PR, neste domingo, no estádio do Maracanã, pela sexta rodada do Brasileirão. Everton Ribeiro espera a equipe mais consistente. "Temos a autocrítica e sabemos que teve jogos em que fizemos uma parte boa, depois deixamos cair e isso afetou no final. Oscilamos muito. Precisamos fazer um jogo inteiro bom para pegar as críticas e transformar em resultados positivo", afirmou.

O meia-atacante comentou também sobre a disputa de posição entre Diego e o uruguaio Arrascaeta. O primeiro tem mais chances de ser escolhido titular pelo técnico Abel Braga para o duelo deste domingo.

"Os dois são grandes jogadores, mostram um grande futebol e essa briga vai ser constante com todo mundo ali na frente. O Abel vai procurar o melhor momento, a melhor maneira de jogar e quem vai nos ajudar mais. Todos sabem que é um líder (Diego), nunca deixou de trabalhar, sempre deu o máximo. Um cara que já ganhou o que ganhou, que tem a carreira que ele tem, é um profissional de excelência. E vai dar tudo para nos ajudar nos jogos", completou Everton Ribeiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.