Jon Super/AP
Jon Super/AP

Everton supera time da 4ª divisão e avança na Copa da Liga Inglesa; Leeds cai

Com os descansos, entre eles Richarlison, que ficou no banco, o brasileiro Bernard ganhou a chance de atuar os 90 minutos

Redação, Estadão Conteúdo

16 de setembro de 2020 | 20h14

O Everton começou a temporada com o pé direito. Depois de derrotar o Tottenham na estreia do Campeonato Inglês, o time do técnico Carlo Ancelotti também iniciou de forma positiva a sua trajetória na Copa da Liga Inglesa ao derrotar o Salford City, da quarta divisão, por 3 a 0, nesta quarta-feira e avançar à terceira fase da competição.

Mesmo com vários titulares poupados, o Everton não teve dificuldades para superar o Salford City em casa, no Goodison Park. Com as preservações, entre eles Richarlison, que ficou no banco, o brasileiro Bernard ganhou a chance de atuar os 90 minutos. O triunfo foi assegurado com gols de Michael Keane, Sigurdsson e Moise Kean, convertendo pênalti.

Já o Leeds United decepcionou. O time comandado pelo argentino Marcelo Bielsa e que investiu pesado em reforços em seu retorno à primeira divisão inglesa, empatou no tempo normal em 1 a 1 com o Hull City, da terceira divisão, e foi superado por 9 a 8 nas penalidades. Assim, deu adeus à competição de forma precoce, ainda na segunda fase.

O Hull City abriu o placar aos cinco minutos do primeiro tempo, com um gol do atacante Mallik Wilks. Escalado com alguns reservas, o Leeds só conseguiu o empate nos acréscimos da partida. O gol foi marcado pelo lateral macedônio Egzijan Aliosk.

Nas penalidades, cada time desperdiçou uma cobrança até as batidas alternadas. Depois de uma longa disputa, Jamie Shackleton perdeu para o Leeds com o placar em 8 a 8, e Alfie Jones converteu para dar a vitória ao Hull City.

West Bromwich Albion, Fulham, Bristol City e Brenford também venceram seus jogos nesta quarta-feira e avançaram na Copa da Liga Inglesa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.