Molly Darlington/Reuters
Molly Darlington/Reuters

Everton vence Burnley em casa na estreia de Ancelotti; Arsenal e Chelsea tropeçam

Com o resultado, time de Liverpool fica mais longe da zona de rebaixamento com 22 pontos na 13ª colocação

Redação, Estadão Conteúdo

26 de dezembro de 2019 | 14h22

O Everton fez bonito diante de seu novo técnico. Na estreia do italiano Carlo Ancelotti, que chegou para substituir o português Marco Silva, o time de Liverpool derrotou o Burnley em casa por 1 a 0 nesta quinta-feira, no chamado "Boxing Day", dia de feriado na Inglaterra e de rodada cheia na competição - a 19.ª, que é a última do primeiro turno.

O atacante Calvert-Lewin fez de cabeça, aos 35 minutos da segunda etapa, o gol que garantiu o triunfo do Everton, que fica mais longe da zona de rebaixamento, agora com 22 pontos na 13.ª posição, logo atrás do Burnley, o 12.º com 24. Ancelotti, ao ser apresentado, disse que o objetivo é conquistar uma vaga na próxima edição da Liga dos Campeões da Europa.

Sob o olhar de seu novo técnico, o espanhol Mikel Arteta, outro que estreou à beira do gramado no "Boxing Day", o Arsenal só empatou contra o Bournemouth por 1 a 1, fora de casa. O treinador se aposentou como jogador no time londrino e, antes da primeira experiência como técnico, foi auxiliar do espanhol Pep Guardiola no Manchester City.

O meia Dan Gosling abriu o placar para os donos da casa e o gabonense Aubameyang, como de costume, balançou as redes pelo Arsenal, que não consegue reagir no torneio. Em declínio, a equipe londrina tem apenas uma vitórias nos últimos 11 jogos. Está apenas no 11.º lugar, com 24 pontos. O Bournemouth é o 16.º, com 20.

Irregular, o Chelsea voltou a tropeçar em casa. O time do técnico Frank Lampard tem se mostrado instável, de modo que é capaz de vencer o rival Tottenham fora de casa, mas não consegue confirmar o seu favoritismo contra equipes inferiores tecnicamente diante de sua torcida e acumulou o segundo revés seguido no estádio Stamford Brigde, em Londres. Nesta quinta-feira, foi derrotado por 2 a 0 pelo Southampton.

Obafemi e Bertrand marcaram os gols dos Southampton, que ocupa o 14.º lugar, com 21 pontos. O Chelsea, apesar do revés, permanece na quarta posição com 32, fechando a zona de classificação à Liga dos Campeões. No entanto, vê o Tottenham se aproximando no retrovisor, apenas três pontos atrás.

Em outros confrontos desta quinta, o Aston Villa (18.º) passou pelo Norwich (19.º) por 1 a 0, o Crystal Palace (oitavo) superou o West Ham (17.º) por 2 a 1 e o Sheffield United, uma das surpresas positivas da competição, que briga na parte de cima da tabela de classificação (é o sexto colocado) vacilou ao empatar por 1 a 1 contra o lanterna Watford.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.