Charles Platiau/Reuters
Charles Platiau/Reuters

Evra é sacado por Domenech e não pega a África do Sul

Lateral liderou boicote ao treinamento da seleção francesa no último domingo

AE-AP, Agência Estado

22 de junho de 2010 | 10h25

O capitão da seleção francesa, Patrice Evra, está fora da partida desta terça-feira, 22, diante da África do Sul, que começa às 11 horas (de Brasília) e valerá pela última rodada do Grupo A da Copa do Mundo, após liderar um boicote ao treinamento da equipe no último domingo.

Veja também:

linkÁfrica do Sul e França se dividem entre honra e milagre

linkDomenech tacha atletas de 'imbecis'

especial CRONOLOGIA: Copa, dia a dia

tabela TABELA - Jogos | Classificação | Simulador |

O técnico Raymond Domenech decidiu fazer seis mudanças no time que perdeu para o México, por 2 a 0, na última quinta-feira. Além de Evra, outro que está descartado da partida é Anelka, que foi excluído da seleção depois de ter ofendido o treinador francês.

O corte do atacante gerou insatisfação nos jogadores e foi o motivo da "greve" no treinamento do último domingo, segundo carta redigida pelos próprios atletas. O episódio resultou no pedido de demissão do chefe da delegação do país na Copa, Jean-Louis Valentin.

Para seguir com chances de classificação para as oitavas de final do Mundial, a França não pode pensar em outro resultado que não seja uma vitória com boa margem de gols. Além disso, terá que torcer para que Uruguai e México, que fazem o outro jogo do grupo, não fiquem no empate, resultado que elimina automaticamente franceses e sul-africanos.

 

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.