Ewerthon pede tempo para adaptação ao Palmeiras

O atacante Ewerthon foi apresentado no Palmeiras nesta sexta-feira na Academia de Futebol, após uma longa negociação que durou cerca de um mês. O jogador assinou contrato por dois anos e afirmou que precisará de um tempo de adaptação para jogar. Ele preferiu não fazer uma previsão sobre sua estreia.

ANDRÉ RIGUE, Agencia Estado

26 de fevereiro de 2010 | 13h19

"Ainda preciso me adaptar. Quando voltei ao Brasil, senti esse calor danado", contou o atacante, ex-Zaragoza. "O futebol brasileiro é diferente do futebol europeu, e eu vou precisar de um tempo para adaptação, para conhecer os companheiros."

O atacante espera brigar por títulos no retorno ao futebol brasileiro. "Um dos meus objetivos era esse, voltar para um grande clube e brigar por títulos", afirmou. "Eu voltei para o Brasil porque quis. Quero reencontrar a alegria, e estar mais perto da minha família."

Sem jogar desde dezembro do ano passado, Ewerthon afirmou que pode até mudar suas características. "Quero ajudar o time a vencer. Sei que os torcedores buscam um matador, apesar de não ser minha característica. Eu quero ajudar, e vou atuar da forma que o Antônio Carlos desejar."

Ex-Corinthians, Ewerthon afirmou que seu passado não influenciará sua passagem pelo Palmeiras. "Hoje eu sou palmeirense. O Corinthians foi muito importante na minha vida, mas é passado. Agora só falo do Palmeiras, que é o meu presente. Estou muito alegre por vestir a camisa e espero que o casamento dê certo."

Ewerthon garantiu estar preparado para suportar a pressão da torcida. "Eu tenho fome de ganhar. Não vou ter problemas no Palmeiras. Estou acostumado com as cobranças. Isso faz parte, e a experiência que adquiri na Europa vai ajudar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.